Mãe abandonada por ter filho com deficiência dá exemplo de amor Skip to content

Mãe abandonada por ter filho com deficiência dá exemplo de amor

14 de janeiro de 2020

Aos 16 anos, ainda na maternidade do hospital segurando o seu filho Matheus, que nasceu com paralisia cerebral, Edilma Canario dos Santos, 38 anos, ouviu do ex-namorado que “não seria pai de aleijado”.

Abandonada com uma criança especial, há 21 anos Edilma enfrenta sozinha o dia a dia de cuidados e desafios de criar o filho. Para ajudá-la, lançamos a sua vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

Matheus é totalmente dependente dela e por conta disso, Edilma nunca conseguiu trabalhar. Ela tem mais uma filha de 18 anos, fruto de um outro relacionamento. A jovem está procurando emprego para ajudar a mãe com as contas de casa.

mãe com os filhos
Edilma com os filhos. Foto: Arquivo Pessoal
mãe segurando o filho especial no colo
Foto: Arquivo Pessoal

Edilma sustenta a família com a ajuda de pessoas próximas, seu sonho é reformar a sua casinha, herança de sua mãe, onde mora com os filhos em Natal (RN).

Para conseguir dar banho no filho, ela precisa tomar banho com ele, já que o espaço é pequeno.

“O banho é bem complicado. O quarto dele e o banheiro são pequenos, sempre esbarro com ele, até já caímos”, contou.

mãe dando banho no filho especial
É muito amor! ❤ Foto: Arquivo Pessoal

Mesmo diante das dificuldades, mãe transborda amor ao publicar em suas redes sociais experiências com o filho

Diariamente a Edilma compartilha no seu Instagram a experiência de ser mãe de uma pessoa com deficiência.

Mas é tão contagiante ver a alegria e amor com que ela encara os desafios, que não podíamos deixar de conhecer melhor a sua história.

O amor dela vai além das redes sociais, ela relatou que a conexão entre eles é inexplicável.

 

Ver essa foto no Instagram

 

“Quando o pai do Matheus ficou sabendo que o filho tinha nascido com paralisia cerebral, pois tive complicações no parto, ele nos abandonou. Eu tinha apenas 16 anos e ele disse que não seria pai de um aleijado.” ⠀ Essas foram as duras palavras que a mamãe Edilma ouviu na época que tinha acabado de ter dado a luz ao filho. Num parto bem complicado, Matheus ficou muito tempo sem oxigênio acarretando a paralisia cerebral. ⠀ Então, há 21 anos, como a própria Edilma falou, nessa vida são “ela, o filho e Deus”. Mas, mesmo diante de tantas dificuldades, essa mamãe transborda amor em suas redes sociais. ⠀ Ela mostra a experiência de ser mãe solo de um filho especial no perfil @umasuper_mamae 💜 ⠀ Como ela não trabalha, pois o filho depende integralmente dela, e sua filha mais nova, de 18 anos, também está procurando emprego para ajudá-la, essa mamãe depende da ajuda de pessoas próximas que conhecem a sua história. ⠀ Para ajudá-la no dia a dia com o filho e na reforma de sua casinha, já que o banheiro é bem pequeno, dificultando bastante a hora do banho, lançamos a sua vaquinha! Clique no link da bio e contribua 😊 ⠀ #voaa #razõesparaacreditar #supermãe

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em


“Minha relação com ele é maravilhosa, ele conversa comigo com os olhos e é muito carinhoso. Sou pai e mãe dele.”

Ela contou também que ele ADORA uma farra! Hahahaha. Gosta de dançar com ela e AMA um banho bem gostoso.

“Ele gosta de ficar cheiroso”, disse rindo.

mãe deitada ao lado do filho especial
Edilma teve o Matheus aos 16 anos de idade e sempre cuidou dele sozinha. Foto: Arquivo Pessoal

Gastos mensais com o filho e a casa que chove centro

Os gastos mensais com filho envolvem medicamentos e fraldas, além de uma alimentação bem balanceada.

O SUS não oferece nenhum dos medicamentos que eu uso. Como ele não tem coordenação motora, tenho que fazer tudo por ele”.

Para ajudá-la, lançamos a sua vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

fotos da casa da mãe abandonada por ter filho especial
Chove dentro da casa e Edilma perde tudo. Fotos: Arquivo Pessoal

Seu sonho é reformar a casa, que quando chove, molha tudo por dentro.

“Esses dias choveu muito. Acordei as 2h e ele já estava todo molhado”, contou.